Informações


01-bandagem-semlogo

Bandagem Terapêutica – Kinesiotaping

Atualmente podemos estimular uma região parcialmente paralisada sem medicamentos ou tratar uma lesão muscular sem uso de analgésico. Essa possibilidade é devido a técnica de bandagem terapêutica, também conhecida como Kinesio Taping. Criado no Japão há 25 anos, o método possui a capacidade de reabilitar o sistema muscular, oferecendo suporte simultâneo às articulações e músculos, sem provocar contraindicações ou reações adversas. Considerada um grande avanço na medicina esportiva, a técnica também está sendo utilizada para tratamentos neurológicos e estéticos.

 

O método funciona através de estímulos gerados pela força reativa da bandagem que provocam reações curativas na região lesionada. A bandagem ativa as terminações nervosas de acordo com a forma de aplicação, e faz com que o cérebro responda ao estímulo trazendo melhora à área lesionada e diminuindo a dor. Isso ocorre porque a pressão exercida nos receptores sensoriais e motores é aliviada através das ondulações que a bandagem promove na pele, melhorando a circulação sanguínea e permitindo que o sistema linfático flua mais livremente. Ela fica aplicada por um período de três a cinco dias, as vezes até mais dependendo do local do corpo, podendo ou não ser substituída por uma nova. O número de trocas depende da gravidade da lesão e da reação de cada organismo. Sua principal vantagem é a significativa redução no tempo de recuperação. E quando esta técnica é aliada a algum tipo de tratamento de reabilitação, a pessoa apresenta um ganho maior com o tratamento.

 

A bandagem terapêutica tem como objetivos corrigir a função do músculo, melhorar a circulação linfática e sanguínea diminuindo edemas (inchaços), aliviar dores e repor subluxação das articulações. Bastante utilizada por atletas, a técnica auxilia em diversas patologias ortopédicas combatendo lesões musculares, entorses, estiramentos e estabilizando articulações. Estudos comprovaram que a técnica podia contribuir com outras especialidades da Medicina. E paciente ortopédico e reumáticos, a bandagem é utilizada na diminuição da dor e edema, e em pacientes neurológicos, o método é muito utilizado em casos de espaticidade (aumento do tônus muscular), sialorréia (perda não intencional de saliva pela boca), e paralisias.

 

O produto é feito com tecido 100% algodão e micro fios de elastano, e utiliza cola adesiva de acrílico. Além de permitir que a pele respire sem obstrução, a bandagem permite amplitude de movimentos diferentemente das fitas atléticas convencionais. A única recomendação é que após a aplicação, a pessoa aguarde uma hora para fazer qualquer atividade que envolva água ou suor. Por ser hipoalergênica, pode ser utilizada em todas as faixas etárias.

 

A aplicação das bandagens deve ser feita por um profissional especializado. Caso contrário, pode não surtir o efeito desejado ou causar dor. E para um bom resultado, mudam a posição, direção, tensão e o corte da bandagem. Cada objetivo pede uma colocação diferenciada.

 

Pryscilla Mychelle S. Paula

Terapeuta Ocupacional

Terapeuta da mão