Informações


cirurgia-da-mao-jan18-noticia

Janeiro Roxo - Todos contra a Hanseníase

O governo e diversas associações médicas iniciaram neste mês a campanha janeiro roxo para o combate à hanseníase. A campanha se faz necessária pois, apesar do número de casos ter caído nos últimos 10 anos, a falta de diagnóstico e tratamento em algumas partes do país aumentou o número de pacientes com sequelas.  Em Mato Grosso, um menino de 11 anos, portador da doença, faleceu no primeiro dia do ano, fato que levou ao início desta campanha em nível nacional.

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que pode ser transmitida de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para uma pessoa saudável que seja suscetível. Apesar de ter cura, a doença pode causar incapacidades físicas caso o diagnóstico seja tardio ou se o tratamento não for adequado. A orientação é para que as pessoas busquem ajuda médica assim que notarem o aparecimento de manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, especialmente se houver redução de sensibilidade ao calor e ao toque. Depois de iniciado o tratamento, o paciente para de transmitir a doença.

A Hanseníase constitui causa frequente de acometimento de nervos periféricos, na mão adoece o nervo periférico chamado ulnar, causando a deformidade chamada garra ulnar. A Cirurgia da Mão auxilia tanto no diagnóstico, através de biopsia de nervos periféricos, como também no tratamento cirúrgico da Hanseníase, tais como neurólises, transposições nervosas e cirurgia do laço, tudo com o objetivo de auxiliar no tratamento e melhorar as condições do paciente com Hanseníase afetando as mãos.