Principais patologias


Polidactilia


A polidactlia (do grego, polys = muitos; daktylus = dedos) é uma anomalia genética causada pela manifestação de um alelo autossômico dominante com penetrância incompleta, consistindo na alteração quantitativa anormal dos dedos das mãos (quirodáctilos) ou dos pés (pododáctilos), caracterizada pela presença de um dedo extranumerário ( um dedo a mais ). Há 50% de chance de passar de pai para filho se um dos pais tem o problema e até mesmo 100% caso ambos os pais tenham.

Tipos de polidactilia:

  • Polidactilia pós-axial: acomete o lado ulnar da mão (lado do osso do braço chamado ulna), sendo dez vezes mais comum em indivíduos negros do que em caucasianos.
  • Polidactilia pré-axial: acomete o lado radial da mão (lado do osso do braço chamado rádio).
  • A polidactilia, que poderia ser chamada central, em que o dedo extra se localiza entre os dedos indicador, anular e médio, é muito rara.


Nos dedos extranumerários sem conexão óssea, apenas de pele, a cirurgia consiste na retirada do dedo a mais. Porém, em casos de duplicidade com envolvimento ósseo, cirurgia não é simplesmente cortar o dedo extra, sendo necessária uma reconstrução articular, reconstruindo músculos e ligamentos para evitar desvios do dedo no futuro.